Dietética – Saiba Mais!

Sub Forum destinado à discussão de Temas relacionados com a Dietética

Moderador: Cecília Santos

Dietética – Saiba Mais!

Mensagempor Bruno Glória em Domingo, 07 Out 2012 10:16

Descrição da profissão

Existem dois decretos (Portaria 256-A/86 e Decreto-Lei nº 564/99) que definem a dietética e o seu conteúdo funcional:

O dietista atua essencialmente nas áreas de cálculo, planificação e elaboração de regimes alimentares de doentes internados e ambulatórios, segundo prescrição clínica com a finalidade de assegurar a salubridade e higienização alimentar, estendendo a sua ação aos domínios da aquisição, conservação, confeção e distribuição de alimentos.

Procede à inspeção dos alimentos das suas características organoléticas. Participa na elaboração de cadernos de encargos e em comissões de escolha de produtos alimentares e colabora em projetos de construção ou remodelação de serviços de alimentação, bem como na programação de equipamento para os mesmos.

Procede a inquéritos alimentares e participa em trabalhos de investigação clínica e de saúde pública com vista ao estabelecimento de regimes dietéticos.

Compete-lhe também a administração e organização dos serviços de alimentação e dietéticos, o estudo, elaboração e atualização dos formulários de dietética e o ensino e educação permanente do pessoal dos serviços de dietética e alimentação e nos cursos de pós-graduação.[1,2]


Quem é o Dietista?

É o profissional inserido na carreira dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica responsável pela aplicação de conhecimentos de nutrição e dietética na saúde em geral e na educação de grupos e indivíduos, quer em situação de bem-estar quer na doença, designadamente no domínio da promoção e tratamento e da gestão de recursos alimentares.[2]


História

É num documento dos Hospitais Civis de Lisboa (Decreto nº 28.794, de 10 de Outubro), em 1938, que surge a primeira referência aos Dietistas em Portugal, onde é possível identificar, nos quadros do pessoal, a categoria profissional de Dietista dos lactentes.

Quinze anos mais tarde, em 1953, é possível encontrar registos de pessoal dos Hospitais Civis de Lisboa que revelam a existência de “Serviços de Dietética” com dotação de Dietistas.

Dois anos depois, em 1955, é oficializado o primeiro Curso de Dietistas.

Em 1975 já tinham sido formados cerca de 90 Dietistas, encontrando-se aproximadamente 50 a exercer a profissão. A área clínica foi a privilegiada, sendo os hospitais o local de trabalho que mais Dietistas empregou.

Antes de 1980, o ensino de Dietética decorria em escolas próprias, após a reestruturação dos Centros de Formação e posterior criação das Escolas Técnicas dos Serviços de Saúde de Lisboa, Coimbra e Porto. Esta formação preconizava planos de estudos devidamente estruturados, com seis semestres de duração.

Em 1993, este ensino é integrado no Sistema Educativo Nacional, passando as Escolas Técnicas a Escolas Superiores de Tecnologias da Saúde e a formação a ser conferente de grau de bacharel.

Em 1999, as Escolas são autorizadas a conferir grau de licenciado e esta formação passa a estar organizada num 1º ciclo com 6 semestres e num 2º ciclo com dois semestres de estudos, situação que ainda se verifica atualmente.[3]


Locais de Atuação

O Dietista é um profissional de saúde com o grau de licenciatura, com uma intervenção interdisciplinar, cujo objetivo primordial consiste na aplicação das ciências da nutrição no tratamento de doenças e na promoção da saúde, a nível individual e coletivo.

Atualmente, o Dietista pode assumir diferentes funções na sua prática, em três grandes áreas de intervenção:

- Nutrição Clínica: o Dietista é responsável pela avaliação nutricional, determinação das necessidades nutricionais, planificação e supervisão de planos alimentares, pelo aconselhamento nutricional em consulta ou durante o internamento; colabora em equipas multidisciplinares de saúde na definição de protocolos e estratégias que promovam a recuperação/melhoria na saúde nutricional e funcional dos doentes.

- Nutrição comunitária e Saúde Pública: o Dietista está diretamente envolvido na promoção da saúde e prevenção da doença mediante o estabelecimento de políticas que conduzam à promoção de hábitos alimentares saudáveis dos indivíduos e grupos no sentido da saúde nutricional das populações.

- Restauração Pública e Coletiva: o Dietista é responsável pela organização e gestão de serviços de nutrição e dietética em instituições hospitalares e não hospitalares (empresas, etc.); intervém na gestão da restauração pública e coletiva, proporcionando refeições de qualidade e equilíbrio nutricional a indivíduos ou grupos.

Assim, o dietista aplica os seus conhecimentos e competências profissionais em funções na promoção da saúde, terapêutica, segurança alimentar, administração e gestão dos serviços de alimentação e dietética, nomeadamente:

1. Avaliação das necessidades nutricionais;
2. Elaboração de programas de intervenção com vista à promoção de hábitos alimentares saudáveis;
3. Integração em equipas pluridisciplinares com o objetivo de implementar uma terapêutica dietética adequada à situação clínica;
4. Avaliação do estado nutricional através de equipamentos e técnicas específicas, bem como através da análise e interpretação de parâmetros bioquímicos e imunológicos;
5. Conceção e aplicação de inquéritos alimentares para caracterizar e avaliar a ingestão alimentar da população e do utente saudável ou com patologia;
6. Cálculo e planificação do suporte nutricional a administrar por via oral, enteral (sonda) ou parenteral (endovenosa);
7. Monitorização do suporte nutricional instituído;
8. Definição de planos nutricionais com elaboração de regimes e ementas para diferentes grupos etários com definição e quantificação de nutrientes e alimentos e suplementos necessários à sua execução;
9. Realização de atividades educativas que permitam a outros influenciar o comportamento alimentar de indivíduos e grupos;
10. Estabelecimento e implementação de normas e procedimentos, baseando-se nos princípios do HACCP/ SAFE, para garantir alimentos mais seguros; estabelecimento de medidas preventivas e implementação de medidas corretivas, através da análise de riscos, identificação de pontos críticos de controlo e da aplicação sistemática de registos e procedimentos de verificação aplicando-os a todas as fases, desde produção até ao consumidor final.[4]

Todos os dietistas, independentemente da especialidade, interpretam e transmitem os seus conhecimentos nutricionais a grupos e indivíduos. Os profissionais da dietética recolhem informação acerca dos hábitos alimentares de indivíduos ou grupos; interpretam, traduzem e avaliam criticamente a informação sobre as necessidades nutricionais e pesquisam em áreas distintas de modo a proporcionar recomendações práticas acerca o consumo de alimentos e outros recursos associados. Os dietistas devem desempenhar a sua profissão de acordo com as estruturas complexas de limitações legais, éticas e de responsabilidade, seja em Serviços de Saúde, prática privada, indústria, autoridades locais, ensino ou investigação. Para serem dietistas acreditados, os estudantes devem seguir o primeiro ciclo politécnico (grau de Licenciado), normalmente numa Instituição de Ensino Superior, que consiste num mínimo de 240 ECTS.[5]


Onde posso estudar Dietética?

O curso de Licenciatura em Dietética é ministrado em seis estabelecimentos de ensino superior:

- Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
- Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve
- Escola Superior de Saúde Instituto Politécnico de Bragança
- Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra
- Escola Superior de Saúde de Leiria
- Escola Superior de Saúde Instituto Piaget Vila Nova de Gaia.[6]


Associações nacionais e internacionais

Em Portugal a principal associação que representa dietistas é a APD (Associação Portuguesa de Dietistas). Contudo, a multiplicidade de licenciaturas na área da nutrição, justificavam a necessidade de uma regulamentação e de um controlo unitário do acesso e exercício da atividade profissional, e assim, desde Janeiro de 2010 existe a recém criada Ordem dos Nutricionistas e Dietistas, que congrega quer nutricionistas, quer dietistas.

A Dietética é uma profissão reconhecida em muitos países. Como exemplo deve-se referir que nos Estados Unidos da América existe a ADA (American Dietetic Association) e em Inglaterra a BDA (British Dietetic Association).

------
por Pedro Gomes
Bacharel em Nutrição e Licenciado em Farmácia





Bibliografia

1. Portaria nº 256-A/86.
2. Decreto-Lei nº 564/99.
3. Associação Portuguesa de Dietistas. Em http://www.apdietistas.pt/dietetica/historia.html. Acedido a 15-05-2012.
4. Associação Portuguesa de Dietistas. Em http://www.apdietistas.pt/dietetica/o_dietista.html. Acedido a 15-05-2012.
5. Federação Europeia de Associação de Dietistas (2005). Parâmetros europeus de referência para a formação e exercício profissional da Dietética. http://www.estesl.ipl.pt/Click.aspx?Fil ... &page=1726. Acedido a 15-05-2012.
6. Associação Portuguesa de Dietistas. http://www.apdietistas.pt/dietetica/ensino.html. Acedido em 15-05-2012.
Bruno Glória
[email protected]
Avatar do utilizador
Bruno Glória
Moderador Global
 
Mensagens: 2561
Idade: 31
Registado: Segunda, 24 Dez 2007 15:06
Sexo: Masculino
Área TDT: Ortoprotesia

Voltar para DIETÉTICA

Quem está ligado

Utilizadores a navegar neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron